Aviso Meteorológico 17/2021

Adicione aqui o texto do seu título

Na sequência do comunicado anterior, eleva-se para vermelho o nível de aviso de vento para as ilhas do Grupo Ocidental devido à depressão Justine. Assim, emite-se:

 Os avisos do IPMA são emitidos de acordo com os seguintes parâmetros:

 O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas as seguintes medidas de autoproteção:

 

PRECIPITAÇÃO/VENTOS FORTES

  • Verifique a validade dos seguros da sua casa e viatura e certifique-se que têm cobertura para fenómenos da natureza;
  • Consolide telhados, portas e janelas;
  • Corte ou pode as árvores próximas, que apresentem risco de queda. No caso de árvores de grande porte ou que não sejam propriedade sua, informe os serviços da sua autarquia;
  • Mantenha limpos os sistemas de drenagem, bem como, os adjacentes à sua residência. Caso tenha conhecimento de uma situação que possa provocar danos, alerte as autoridades competentes;
  • Guarde os objetos soltos do jardim e o caixote do lixo ou outros que possam ser projetados pelo vento. Um objeto, mesmo que leve, projetado por vento forte pode causar grandes prejuízos materiais e acidentes pessoais graves;
  • Feche bem portas, janelas e persianas;
  • Mantenha a sua viatura com o tanque de combustível cheio, pois poderá ter que fazer, nas suas deslocações, percursos maiores por via de estradas interrompidas ou intransitáveis;
  • Abrigue os animais, particularmente os domésticos, pois são extremamente sensíveis a temporais;
  • Dentro de casa, escolha um local seguro, afastado de portas e janelas, procurando não potenciar o risco;
  • Se verificar que existem infiltrações, barulhos estranhos ou fendas nas paredes, contacte as autoridades. Pode ter de abandonar a sua residência;
  • Se precisar sair de casa, desligue a eletricidade, o gás e a água. Essa medida contribui para evitar acidentes nos seus bens e nas forças de segurança. Leve o seu Kit de emergência, poderá necessitar dele;
  • Se estiver fora de casa, procure abrigo, aguarde que o mau tempo passe;
  • Não circule sem necessidade. Pode atrapalhar a circulação das forças de segurança e colocar em risco a sua segurança, nomeadamente, cair em buracos ocultados por lençóis de água;
  • Em locais não pavimentados, redobre a sua atenção, pois as águas podem causar erosão dos solos, levando à queda de muros, taludes, postes, entre outros;
  • Ligue o rádio, fique atento às recomendações difundidas e não contribua para a divulgação de boatos;
  • Siga sempre as recomendações dos agentes das autoridades presentes, eles estão nos locais para o ajudar.

AGITAÇÃO MARÍTIMA

  • Verifique a validade dos seguros da sua casa e/ou embarcação e certifique-se que tem cobertura para fenómenos da natureza;
  • Reforce as amarrações da sua embarcação ou mude-a para local seguro;
  • Tenha especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas. Afaste-se de áreas baixas junto à costa;
  • Não pratique atividades relacionadas com o mar, nomeadamente, pesca desportiva, desportos náuticos, ou passeios à beira mar;
  • Ligue o rádio e fique atento às recomendações difundidas e não contribua para a divulgação de boatos;
  • Siga sempre as recomendações dos agentes das autoridades presentes, eles estão nos locais para o ajudar.

Saiba mais aqui.

Crónicas Geral Sociedade

Flores, 20 anos depois

Flores, 20 anos depois No dia em que escrevo, completam-se vinte anos desde que cheguei às Flores. Vinte e cinco horas de viagem no Golfinho Azul, partindo da Praia da Vitória, passando por Graciosa, São Jorge, Pico e Faial. No porão ia o meu Suzuki Samurai, carregado até mais não com coisas que achei essenciais. […]

LER MAIS
Distintos Florentinos Geral

PADRE INÁCIO COELHO

(1575-1643) Fundador do Convento de S. Boaventura   Nasceu em Santa Cruz das Flores por volta de 1575, filho de Mateus Coelho da Costa, Capitão-mor das Flores e do Corvo, e de sua primeira mulher, Catarina Fraga (por sua morte, ocorrida a  13 de Agosto de 1594, Mateus Coelho da Costa voltaria a casar, desta […]

LER MAIS
Cultura Geral Sociedade

Um acto simbólico

Centenário de Pedro da Silveira (1922-2022) A Eng. Manuela Meneses, da direcção da Casa dos Açores em Lisboa, inaugura a placa no prédio em que viveu Pedro da Silveira. A placa no prédio 14 da Rua Freitas Gazul, em Campo de Ourique, Lisboa. Presentes conversam sobre o homenageado. Manuela Meneses lê mensagem enviada por Luís […]

LER MAIS